Quarta-feira, 17 de Maio de 2006

Que Povo?

Ouvindo uma morna a caminho do trabalho, vejo as palmeiras alinhadas ao longo da avenida, gosto bem português, que nos transporta para uma baía de águas quentes, onde nos aventurámos e fomos felizes, onde inventámos um sentido para a vida, que ainda hoje lá está, calmo, em tranquila espera, à nossa espera, e que o Mundo, na sua loucura diária, como que ignora...

Que Povo é este que só se realiza longe dos seus torrões, parecendo antes que o seu verdadeiro e ancestral berço é a Terra inteira?

Que Povo é este que no seu cantinho se amesquinha, auto-reduzindo-se a um provincianismo tacanho?

Ouçamos a morna, que docemente nos fala, como um fado melancólico, daquela utopia perdida...

publicado por zé kahango às 13:11
link do post | comentar | favorito
2 comentários:
De Carranca a 18 de Maio de 2006 às 18:56
Que bom poder ouvir uma morna...Saudade
De zé kahango a 20 de Maio de 2006 às 08:58
Pois é, mermão, como tu dizes, ouvindo-a com uma birra geladinha...

Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Julho 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. de Luz

. SOLSTÍCIOS

. de novo no (meu) deserto ...

. A PEDRA

. regressado

. no âmago do espírito...

. Magnolia - um Grande Film...

. posto de observação

. similitude e diferença

. ESTRANHO (O) CORPO

.arquivos

. Julho 2010

. Junho 2010

. Dezembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Maio 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Julho 2008

. Março 2008

. Janeiro 2008

. Outubro 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Setembro 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

.links

.participar

. participe neste blog

blogs SAPO

.subscrever feeds